33ª Maratona de Madrid

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

33ª Maratona de Madrid

Mensagem  Fernando Andrade em Sex Mar 19, 2010 3:31 pm

Lá estarei mais uma vez nesta Maratona de excepcional qualidade. Vai ser no dia 25 de Abril. Depois da "douradinha", não deverá dar para grande coisa, mas vale sempre a pena correr uma maratona envolvido por uma "atmosfera humana" aconchegante e estimuladora, tendo como cenário uma lindíssima cidade.
Não sei se mais alguém da ACB lá irá, mas ainda que modestamente, as suas cores hão-de estar por ali.
avatar
Fernando Andrade

Mensagens : 195
Data de inscrição : 15/11/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 33ª Maratona de Madrid

Mensagem  Pedro Burguette em Seg Mar 22, 2010 11:12 pm

Já que a Carlos Lopes ardeu, vou tentar dar o meu contributo com a minha primeira internacionalização. Peço e agradeço que, no seguimento da mensagem do Jorge Serra, seja efectuada a minha inscrição. Muito obrigado. Um abraço, Pedro Burguette.
avatar
Pedro Burguette

Mensagens : 786
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 42
Localização : Rua Rodrigo da Fonseca, n.º 212 – R/C – 1070-245 Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 33ª Maratona de Madrid

Mensagem  Fernando Andrade em Seg Abr 26, 2010 10:48 am

Caros Amigos
Já cá canta mais uma (embora o slogan da Prova seja : "No es un maratón más, es Madrid!") De facto, há uma atmosfera nesta prova, que se recomenda,embora, quanto a mim, a realização de uma prova de 10km em simultâneo, que a organização este ano achou por bem, desvirtue um pouco a tradição.
Faltava cerca de uma hora para a partida, encontrei o Pedro Burguette, ainda "à civil" , e ter-me-ia passado despercebido (e, se calhar, eu a ele, terá sido o meu equipamento ACB que lhe despertou a atenção). Entretanto o Pedro foi entregar o saco no guarda-roupa e não voltámos a encontrar-nos.
O resultado que obtive esteve mais ou menos dentro do esperado, com uma 2ª meia bem mais demorada que a 1ª. Fiz 3,40,08 (tempo real), mas os parciais estão em

http://www.maratonmadrid.org/resultados/detalle.asp?carrera=4&pid=410

Por mim, vale a pena participar nesta Prova. E depois, não sai assim tão caro, pois arranja-se bilhete ida e volta por menos de 20€ (com tempo,claro).
avatar
Fernando Andrade

Mensagens : 195
Data de inscrição : 15/11/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 33ª Maratona de Madrid

Mensagem  Jorge Serra em Ter Abr 27, 2010 10:01 am

Fotos actualizadas em: http://picasaweb.google.pt/acb.triatletismo/20100425XXXIIIMaratonDeMadrid?feat=directlink

Parabéns aos bravos Maratonistas!

Pedro e Fernando, Grande Abraço!

Jorge Serra

Mensagens : 527
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 50
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://www.acoreanaseguros.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

XXXIII Maratona Popular de Madrid

Mensagem  Fernando Andrade em Ter Abr 27, 2010 10:33 am

Quero agradecer muito as felicitações que o Jorge Serra nos apresentou . Tenho muita pena de não ter voltado a ver o Pedro, para tirarmos uma foto juntos. A única que tenho (por enquanto) está no meu blogue, pois não consegui pô-la aqui, foi tirada com o meu amigo Rodrigo Silva que, também por acaso, encontrei na zona de partida.


Deixo-vos algumas palavras sobre

A minha Prova

Cedo, muito cedo mesmo, fui-me aproximando do local. O dia estava bonito, sem vento, nem frio, nem chuva, pelo que saí do hotel (cerca das 7,45) já equipado, sem necessidade de qualquer agasalho descartável. Já muita gente se ia movimentando por ali, mas o espaço na zona da partida era muito e dava para “deitarmos” a vista à distância, procurando detectar caras conhecidas, o que não demorou a acontecer. O meu colega da ACB, Pedro Burguette, foi o primeiro que encontrei, mas como ele ainda tinha de ir ao “guarda-roupa”, não voltei a vê-lo, se bem que me tenha mantido na zona próxima da linha de partida. Só que aquilo vai enchendo e, sem darmos por isso, vamos ficando “cercados”. Estava também ali o meu amigo Rodrigo Silva, do blogue “Fugindo ao Cão” (que tantas saudades nos deixou) e foi com ele que passei aquela meia hora que antecedeu a partida. Os paraquedistas, vindos lá de cima, aterravam milimetricamente no ponto estabelecido ante os aplausos dos corredores.
Como novidade, foi introduzida uma corrida de 10 mil metros, com partida no mesmo local da maratona, se bem que em corredor diferente. Tinha como atracção o grande “Gabre”, que, como era de esperar, correu só, tendo como companhia uma mota da polícia. Inscritos, ouvi dizer que estavam 4000 nesta e 9000 na Maratona.
Ao som de uma música fortemente moralizadora, foi dada a partida. Começámos imediatamente a correr, tendo demorado menos de 30 segundos a passar pela linha de partida. Nunca mais vi o Rodrigo.
Partir rápido não é bom, mas procurei o meu ritmo de cerca de 5’/km, o que não consegui logo. Nos primeiros 2 ou 3 km passo pelo pessoal do Porto Runners, comandados pelos experientes Luis Pires e Vitor Dias, que entenderam seguir mais devagar, pois tinham acordado seguir em grupo, onde havia um estreante. À Meia Maratona, levava 1,45h conforme tinha previsto, mas tinha a sensação de estar em quebra, o que é terrível para a força anímica que sabemos ter de manter até ao fim.
Ouço um cumprimento vindo de trás. Era o João Hébil, que andava a “treinar” para a sua próxima aventura em Junho. Logo a seguir, passa o pessoal do Porto. Estava, mesmo numa fase má. À entrada na Casa de Campo, cerca dos 23km, disse para o João seguir no seu passo (que era bem mais forte que o meu) que eu já o apanhava...se pudesse. Tomo um gel, que me fez – penso eu que foi isso - reanimar, encontrando uma passada agradável, confiante, fazendo-me novamente acreditar. 30Km: agarro numa garrafa de powerade, decidido a levá-la comigo até a esvaziar completamente, o que só aconteceu aos 40. 32Km : uma subida “tramada”, o público bem que incentivava os corredores, mas eram muitos os que se punham a passo, complicando até a vida aos que corriam, pois a passagem era estreita e, como não dava para zigue-zaguear, lá se via um ou outro encontrão. Sentia-me bem. 34km: mais um gel. Dois ou 3 km que ele demorasse a fazer efeito, mais dois ou 3 km que esse efeito durasse, mais uma hidratação adequada (até porque o calor nos “lembrava” dessa necessidade)... parecia-me que tudo estava controlado. 39Km : Recolletos (local da partida) passo pelo Vitor Dias que continuava na sua função de “agrupar” os elementos da equipa (Já o Luis Pires, um pouco antes, vinha dando ânimo a um colega) que me disse para seguir. Agora só faltava a demolidora subida de Alcalá, até entrar no Parque do Retiro onde se faria o último Km (um abraço, Jorge Branco). Mas estes 2 penúltimos eram penosos. Ouvia-se alguém do público gritar : “-Campeones, esta es la fuerza de Alcalá!” Os mais determinados cerravam os dentes e deixavam que essa força se juntasse à pouca que ainda tinham e “cresciam” por ali acima. Os mais resignados pensavam : “-tá bem, tá. A passo também lá chego!!!...” . Muito público nesta zona, que até complicava um pouco a passagem dos corredores. Entrada no Parque. Agora era a descer. Lá está a curva ligeira, uma enorme zona vedada, a sequência de pórticos e, finalmente, o que tinha o relógio: 3,40,34. Era hora de desligar também o meu :3,40,08.
Depois, dão-nos a medalha, um resguardo que, dada a temperatura, até nem fazia muita falta, água, cerveja, sumos, powerade, frutas,etc. Etc.
Regresso ao hotel e, depois de uma banhoca revigorante, apanho o Metro e ala para o Aeroporto.
avatar
Fernando Andrade

Mensagens : 195
Data de inscrição : 15/11/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

33.ª Maratona de Madrid

Mensagem  Pedro Burguette em Qua Abr 28, 2010 11:57 pm

Grande Fernando! Parabéns! Não nos voltámos a encontrar mas, para um imberbe destas andanças como eu, foi importante ter encontrado um companheiro na casualidade dos milhares de atletas e apoiantes que inundavam os Recoletos. Pode ser que para o ano te consiga acompanhar durante uma boa parte da prova. Uma coisa é certa, em 2011 lá estarei para a 34.ª edição.
Como sinto uma grande afinidade como a Brites de Almeida, tenho algumas incompatibilidades culturais, sociais e afins, com os "nuestros hermanos". Agora que esta gente bate todos os recordes de mobilização Pl'A Causa Desportiva, não há dúvidas. Simplesmente impressionante. Como me dei ao trabalho de coser a nossa bandeira na costas e no ombro, ainda tive o privilégio de ouvir gritar, emocionadamente, pelo nosso Portugal.
Aproveito uma vez mais para agradecer as simpáticas palavras do Jorge. Quer à partida quer à chegada. Ele e os nossos companheiro do Triatlo sim são os meus heróis e inspiradores d'A Causa. Ao pé do que eles fizeram no Sábado a nossa maratona foi um agradável passeio.
Foi muito bom ajudar a representar o nosso Clube.
Ah, já agora Fernando - felicito-te também pela prosa. Belo diário. Temos escritor!
Grande abraço,
Pedro Burguette.
avatar
Pedro Burguette

Mensagens : 786
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 42
Localização : Rua Rodrigo da Fonseca, n.º 212 – R/C – 1070-245 Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ainda Madrid

Mensagem  Fernando Andrade em Qui Abr 29, 2010 12:35 pm

Obrigado pelas tuas palavras, Pedro. Foi um prazer encontrar-te em tão improvável momento. Honra-nos o facto de termos sido dois "enviados" da grande equipa que é a ACB (que entre o Atletismo e o Triatlo, se teve de desdobrar) , a uma grande Maratona. Esperemos que, para o ano, sejamos mais. Aliás, gostaria de recordar que foi precisamente, em Madrid, na edição de 2005, que, num jantar entre "portugas", conheci o Jorge Serra e a malta da Açoreana e tive a grata sensação de estar entre gente que gosto.
Fez-me uma certa "inveja" ter visto a tua foto com a bandeira portuguesa no equipamento. Nunca me lembro disso, mas admiro o orgulho luso.
Partilho da tua opinião sobre esta Prova que, no entanto, precisa de não se deixar "arrastar" para uma certa trivialidade.

Deixo, agora, a minha apreciação desta XXXIII Maratona Popular de Madrid, a tal que
"no es un Maratón más, es Madrid!".

Aí vai ( e já está também, no http://cidadaodecorrida.blogspot.com )

Gosto de fazer a Maratona de Madrid e a prova disso é que, desde 2002, esta foi a minha 6ª participação nesta Grande Prova.

Fazendo uma apreciação muito pessoal do evento, acho que as coisas boas que teve, já estiveram melhores. E as más, são questões de pormenor, mas que devem merecer mais atenção. Sinais dos tempos.

Com a introdução de uma Prova de 10 mil metros, foi notória a necessidade de impressionar os patrocinadores com uma “ boa fotografia” pois seria importante ter xis atletas em prova. Ora, sabemos que existem várias provas que já nasceram com este “figurino”. Mas esta, ao cabo de 33 edições em que a tal “boa fotografia” era , orgulhosamente, obtida à conta de maratonistas, em minha opinião ficou desfavorecida com esta solução. É maior a quantidade de atletas, mas menor a quantidade de maratonistas.

O kit de corredor também me pareceu mais fraquito. Davam-nos um saco que haveria de ficar completo com a t-shirt da prova. Para surpresa, esse saco continha um compressor para encher as rodas das bicicletas ! (É verdade que na maratona , às vezes nos falta o ar, mas não era caso para tanto,eheheh). A t-shirt, que até é gira, é enorme e não havia outro tamanho.

Os balões marca-passo para os diferentes andamentos, estavam todos juntos na linha da frente. Exceptuando um (das 3,15) que escapou antes do tempo e subiu(!) todos os outros “desapareceram” na frente da corrida. Nem o das 4h consegui ver mais.

A animação ao longo do percurso, principalmente na 1ª parte, não se notou e na 2ª, lá vimos umas gaitas de foles, uma camioneta da coca-cola com músicos e pouco mais. Já foi muito melhor conforme se pode ler em comentários que fiz nas edições anteriores.

Os abastecimentos foram suficientes. Água em cada 2,5km; água e isotónico em cada 5km. Não lhe ficaria mal que, na 2ª metade, houvesse, pelo menos um abastecimento de sólidos, pois muitos atletas contam com isso. Porém, nesta maratona tal abastecimento não tem sido habitual.

Percurso : aí, ano após ano, temos verificado algumas alterações mas, seja ele qual for, a orografia da cidade obriga a prolongadas subidas – que, de uma forma geral, são suaves, mas que “ganham inclinação” na razão directa do cansaço. Mas há também as descidas...

Mas o que é isto ???! só estou a pôr defeitos !?

Nada disso ! Muito bom ambiente, bom trato por parte dos organizadores, muito público em pontos-chave do percurso, uma boa zona de chegada num dos lugares mais aprazíveis da cidade, uma bonita medalha, muita água, sumos e fruta . Talvez não me tenha provocado o “deslumbramento” que já lhe conheci, mas aí posso ser eu que estou a tornar-me “exigente” para me “deslumbrar”.
avatar
Fernando Andrade

Mensagens : 195
Data de inscrição : 15/11/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 33ª Maratona de Madrid

Mensagem  Pedro Burguette em Dom Maio 02, 2010 1:35 am

Fernando,

Apreciação tecnicamente cirúrgica. Havia pormenores de que já nem se quer me lembrava como o dos balões e do da coca-cola. Não sei se já experimentaste mas uma função de gastrónomo assentaría-te na perfeitção. Também sou obsessivo por eles (os pormenores). Acho que, Gestal à parte, o todo é melhor com a soma de todos os pormenores.

A bandeira é mais um dos pormenores que persigo. Ir em representação do nosso Clube e do nosso país e juntar a bandeira do nosso País à do clube não me pareceu reduntande, embora possa ser considerado patriotismo bacoco. A mim soube-me muito bem. Sou um bocado (muito) patriótico.

Um abraço,

Pedro.
avatar
Pedro Burguette

Mensagens : 786
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 42
Localização : Rua Rodrigo da Fonseca, n.º 212 – R/C – 1070-245 Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum